Se vc pensa que pode ou que não pode.. de qualquer maneira vc esta certo!

Se vc pensa que pode ou que não pode.. de qualquer maneira vc esta certo!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Satisfação...

 UPDATE.. esqueci de dizer que esse meu momento me deixou mais chorona do que já sou.. e só de ler os recados carinhosos que recebi de vcs.. ja to chorando...rs.. é um balsamo pra alma, saber que vcs vieram, leram e apesar das lamentações, gastaram um tempinho pra escrever pra minha pessoa.. muitooo obrigada mesmo meninas... (em especial Wal, Carlinha, Re, Mari e Kinha)


Oi meninas amadas.. como estão todas??? espero que esteja tudo na mais perfeita paz.

Entãooooooo.... primeiro quero pedir desculpas pelo meu sumiço.. mas as vezes, um retiro se faz necessário..rs
Eu realmente não ando passando uma fase muito boa não, pensei muito muito muito e decidi postar, porque sei que tem pessoas que realmente se preocupam comigo.

Na verdade verdadeira, eu não tenho UM MOTIVO pra estar da forma que eu estou... ando desanimada.. mas antes que me perguntem, não é depressão, porque não me desanimei ainda em colocar uma roupa baphonica e bater perna.. (hihihi).. o desanimo é intimo mesmo saca?
Esse negócio de ficar em casa, de não trabalhar fora, de não ter um salario, de não ver gente, de não me sentir produtiva.. isso acaba comigo.
Eu não devia estar assim.. conheço pelo menos meia duzia de mulheres, que gostariam e muito de ter uma casa, um marido que pudesse sustentar a casa, para que as mesmas pudessem ficar com os filhotes.. mas... cada pessoa é unica.. e eu sou assim.

Sou uma pessoa mega comunicativa, gosto de interagir, de ajudar, de palpitar.. e ficando em casa o dia todo, so me resta a net...rs..

Ao mesmo tempo.. não consigo imaginar a possibilidade de deixar meu filho na escola o dia todo novamente.. de não ajuda-lo com as lições de casa.. de ter que acordar super cedo, sair e não ter hora pra chegar...

Enfim... isso tudo esta muito confuso na minha cabeça.. é mais ou  menos como não ter o controle da propria vida sabe.. de achar que esta perdendo tempo.. fiz trintão e essa indecisão de casar ou comprar uma bicicleta não condiz mais com minha idade.

Estou pensando em fazer um curso que sempre tive vontade... o curso tem duração de um ano e meio, e sairei com uma profissão.. que tem tudo a ver comigo.. ESTETICA... porem ate isso esta dificil.. porque?? porque o curso é todo dia, e simplesmente os horarios não bate com os horarios da escola do meu filho... ele sai as 11:30 e o curso vai ate as 12:30.. ou seja.. eu conseguiria chegar na escola por volta das13:15 mais ou menos.. e pra isso, eles acrescentariam um valor de 200 pilas na mensalidade dele...pois é pois é...rs.. quem é mãe aqui sabe.. que depois que temos nossos babys.. nossa vida praticamente não nos pertence mais... portanto moçada.. não façam como a pessoa idiota que vos fala não.. pensem bem, façam suas faculdades, seus cursos, tenha suas profissões antes de tomar a decisão de ser mãe.. porque depois.. o negocio complica e muito.

Pois bem.. por essas razões descritas acima, e tbem por outras pequenas que não vem ao caso, eu ando meio dentro da minha caverna.. tem dias que não tenho vontade nem de tirar o pijamão..rs.. mas eu tiro assim mesmo né.. porque nenhum marido merece chegar em casa e a mulher ainda estar de pijama.. não faz a louka né...rs

A RA tava daquele jeito que vcs podem imaginar né... mas ontem, fiquei um tempão lendo um diario que eu fazia ano passado, e decidi por fim de vez nessa palhaçada... minha boca tem que fechar.. porque sofrer magra bem, é muito melhor do que sofrer gorda... kkkkkkk....

Mas eu vou voltando ta galera... e pra dar uma animada.. vou contar pra vcs.. eu sigo alguns blogs de make, de moda, etc... e hoje uma blogueira postou um video do youtube.. eu rachei de rir da menina.. é muito engraçado.. tem dicas otimas... vou colocar um deles aqui.. mas ela tem um canal queé otimo.. super vale a pena perder algumas horinhas... hehehe

Beijocas gatonas.. essa semana ainda volto com fotinhos minhas ta....bjbjbj

21 comentários:

waldetysantana disse...

Nossa que vídeo engraçado mais com ótimas dicas,ver se vc não pode deixar alguém com seu filho em casa é por pouco tempo,entendo vc amiga é muito difícil já vivi isso e sei muito bem como é.
Não acostume com a situação não,corre atras do que vc quer,isso não quer dizer que tem queixar seu filho largado não se programe que dar certo,estou na torcida por vc.
Abraço

carla disse...

Oi amiga, depois que comentar aqui eu vejo o vídeo, pois bem vamos por partes.
Senti sua falta por aqui.
Amiga eu sei exatamente o que vc sente, eu passo exatamente porisso, hoje estou com 31 anos sem profissão.
Tive meu filho em pleno meus 18 anos e de lá pra cá, parece que o meu mundo parou, vivo em função só de marido e filho, meu dia é corrido mais só atrás de fazer tudo pra eles.
Hoje trabalho de secretária pro meu marido que é advogado.
Sabe ele me dá de tudo, aliás eu compro tudo mesmo o que eu quiser, até porque o dinheiro todo que entra fica na minha mão, eu que administro tudo.
Mais eu me sinto improdutiva, eu não tenho um salário x pra mim, mais tudo o que quero posso comprar, mais não é a mesma coisa do que ter um sálario e poder gastar aquilo, não sei se estou conseguindo me expressar direito.
E o pior ele me incentiva a voltar a estudar, fazer uma faculdade, só que ele quer que eu faça direito pra ajudar ele. E eu acho muito dificil estudar direito, entende? e até hoje eu não consigo achar nada de estudo que me chame a atenção.
Ou seja a vida tá passando e eu ainda não realizei um sonho que é de ser independente financeiramente, mais estou na luta colocando a cabeça pra funcionar e enfim achar algo que me satisfaça, e vc amiga desejo o mesmo viu? beijos e tudo de bom pra ti.

Badalook disse...

Cy,

li seu post com a maior atenção e carinho e essa fase, digamos "bad trip", não combina em nada com você!! Fiquei aqui pensando em zilhões de formas de te ajudar e a única coisa que pensei mais prática e rápida (além do meu abraço) é lhe sugerir a fazer algo em casa que possa lhe garantir uma renda, que ocupe seu tempo de maneira que, ainda que você não fature muito, não vai ter tempo de pensar bobagens ou se lamentar!!

Não pense que quem trabalha fora também não tem suas paranóias..eu tenho e muitas, aliás foi para ocupar minha cabeça que criei o Badalook. Trabalho pesado no escritório de segunda a sexta, mas precisava de algo que me distraisse e não fosse livros jurídicos!! Para mim funcionou!! Muitas vezes o blog fica de lado pq advogar é minha profissão que amo e me traz $$.

Em suma, quero lhe oferecer todo meu apoio e se quiser começar a fazer bijoux posso ajudar mais!Elas (bijoux) me ajudaram e podem ajudar vc também!!

Posso deixar um recadinho para sua leitora Carla??

Carla, estudar direito, assim como a maioria das coisas na vida, não é tarefa fácil, mas nada impossível..Tudo depende de quanto você quer isso!! Se você sente um "qzinho" de talento e vontade, persista!! Estou disposta a te incentivar!! ahahahaha

Bjhos meninas e boa sorte!!

Mariana disse...

É, amiga..
Não é fácil conciliar TODOS esses papéis. Ser Mãe é o que mais exige da gente. Exige mentalmente, fisicamente, emocionalmente..
Depois que vem os filhos a gente deixar de(se dar ao luxo) pensar somente em nós mesmas. Primeiro são eles..
Também passei pela mesma situação (pensando bem, ainda passo!) de não me sentir produtiva, de não ganhar meu salário.. Resolvi parar pra pensar (imagino que deva ser o que você mais tem feito) e decidi fazer alguma coisa por mim mesma - mesmo aumentando um pouco no orçamento (aperta daqui, economiza de lá!!) e mesmo deixando de ser 'mãe super presente' o tempo todo.
É sofrido, mais é um sofrimento necessário - porque sei que vou colher os frutos logo logo.
Amiga, pra poder se dedicar e fazer bem feito.. temos que pensar em nós também. Precisamos estar felizes, satisfeitas...
Sente com o maridex, coloque no papel.. veja se deixar o seu pequinino na escola até um pouco mais tarde (ou até mesmo ver se alguém pode ficar com ele). Faça sim, alguma coisa por você!
Um ano meio passa voando.. E no fim você vai perceber que esse esforço todo, foi pra benefício deles também.
Não se cobre tanto com o seu peso. Você tá passando por um momento difícil, tá com um monte de coisa na cabeça..
O frio da mais foooome (rsrsrsrs)
Aproveite que você tá em casa, monte uns cardápios diferentes.. bem light..
Falar é fácil (eu sei!!!) Mais você não pode desanimar, neguinhaaa!!!!

E é só você que pode decidir, e traçar caminhos..

Toda força do mundo pra você, mta sabedoria e muita paciência!!!
Tudo se ajeita aos poucos..

Beijãooooo, linda!!!

Kinha disse...

que pena. Não tem nenhum outro instituto que ofereça esse curso pela parte da tarde, por exemplo? Tão legal essa sua vontade de crescer, ser mais. Não desista, ok? Em algum momento, de algumna forma, será possível conciliar o que você quer com seu filhote. Tenho uma menininha e sei bem do que você fala, rs
:)

Gi Salmazi disse...

Ohhh minha amiga cyntilante, seu brilho não pode apagar não, li os recadinhos das meninas, da minha querida Re Badalook e elas tem toda razão, tente negociar com o maridão, pesar os prós e os contras e achar seu caminho!
Eu fiz o inverso, estudei, trabalhei, fiz carreira, aproveitei muito minha vida e deixei meu sonho de ser mãe de lado e hj aos 34 anos estou correndo atrás do prejuízo e sei que ainda vou realizar meu sonho!
Então minha querida não se sinta sozinha, apenas não se esqueça de sonhar e batalhar, isso é o mais importante!
bjs carinhosos
gi salmazi

Regiane Ivo disse...

Olha a única coisa que posso te dizer é "Canta para esse Exú subir!" Rsrsr... Brincadeiras a parte... Eu não aguentaria ficar dentro de casa cuidado de filho e marido, mas também ia ficar com a consciência pesada se fosse trabalhar sabendo que poderia estar cuidando melhor do meu filho e marido... Afinal é uma incógnita, porque nunca estaremos felizes 100%, saca?!
Olha eu diria, aproveita esse tempo em casa lê bastante, leia tudo que cair na sua mão, faz "vários" cursos, aqueles que te interessam e aqueles que não te interessa também, vai em exposições, aprenda tricô, crochê, ponto cruz (e vende o que você fez e ganha um $$$) aproveita a RA e começa a andar, logo em seguida a correr e por aí vai... O que você não pode fazer é deixar sua cabeça vazia, porque cabeça vazia é oficina do diabo como diria minha mãe.
Não é porque você não trabalha que você tem que ficar ociosa... Você pode ser extremamente produtiva em casa mesmo.
Cy você é uma pessoa extremamente comunicativa e com uma luz própria não deixa a peteca cair não, é só uma fase que já tá passando... Alias, já passou! Bola para frente menina.
Bjus

disse...

Oi Cy, realmente depois que temos filhos nossa vida não mais nos pertence, é fato, rsrs, mas não devemos nos lamentar, porque tantas mulheres sonham em ser mães, e esse é o maior tesouro que uma mulher pode ter! Mas temos que ocupar nossa cabeça mesmo, eu quando fiquei de licença maternidade quase pirei acredita? Adorei a dica da Rê, que tal fazer bijoux? E também tem outra leitora que te deu a dica de procurar o curso em outro horário, deve ter outra instituição boa que dá esse curso em horários melhores para você. Também estou chateada essa semana com problemas familiares, até deixei o blog temporariamente fora do ar (mas pode ir lá comentar viu, rs), mas uma amiga disse hoje para mim, e tenho fé que "o que é para ser meu será". Bjinhos e sucesso!

Nani disse...

Oi Cy,
Nossa, parece que você estava me descrevendo. Eu passei meses e meses exatamente assim, me sentindo sem lugar nesse mundo. Também estou em casa, sem trabalhar, mas por motivos diferentes do seu. Deixei um emprego de 4 anos, um bom salário, para me dedicar aos estudos. Pois é, já ouvi de um tudo por causa disso, e acho que cheguei à beira da depressão também. Nada me animava muito, nem mesmo o fato de finalmente marcar a data do meu casamento conseguiu me levantar. Porém, há alguns dias, pouco mais de uma semana, estou em outra energia. Vi que assim eu só estava afastando as pessoas que amava e me afundando cada vez mais... Resolvi dar a volta por cima, voltei a me exercitar, procurei um nutricionista. Resolvi ir à luta! Lembrando: eu larguei meu emprego para estudar e fiquei 10 meses praticamente sem sair do lugar, sem conseguir estudar nada. Não evoluia. Até isso eu consegui mudar! Vim aqui deixar meu apoio porque estava exatamente assim como vc, e estou começando a conseguir sair dessa. Estou à disposição para conversar, e principalmente te ajudar a sair dessa! Eu estou sentindo muitas melhoras e gostaria realmente de compartilhar, caso você se sinta à vontade.
Beijos!

Kinha disse...

Que bom que você gostou de nossa presença. Estaremos sempre aqui, sempre que precisares!

Alessandra disse...

Ai Cynti, estou exatamente assim, divididinha,divididinha, preciso trabalhar, preciso de dinheiro, mas ao mesmo tempo fico maluca só de pensar em deixar o Pietro o dia todo na escola.
Fora isso tudo ando insatisfeita com tudo, é uma coisa muito louca, até postei a respeito disso na semana passada.
Ai Jesus, se a gente morasse pertinho uma da outra iríamos ter papo pra mais de horas.
Bjs

Keliane disse...

Oi Cyntilante,
sou leitora e amiga da Gi (ouse ser quem você é) e vi um comentário seu lá sobre o blazer da LMNTS, resolvi vir aqui te informar que fui ontem na loja, e ainda tem o blazer e que está com 40% de desconto.. bjusss

Kinha disse...

Oi Cy. Passando pra te desejar uma quinta abençoada!
:)

disse...

Oi, Cyntilante!
Primeiro, obrigada pela visita carinhosa lá no blog!
Quanto ao seu relato, é tão difícil a gente conseguir se colocar no lugar do outro, porque às vezes o que é bom para a minha vida pode ser muito ruim para a sua e vice-versa. Quando eu era pequena, minha mãe era professora concursada de uma escola pública e tinha o colégio dela. Era uma correria, mas acho que muito do orgulho que eu tenho em trabalhar hoje e construir uma vida melhor vem desse ensinamento da minha mãe de que trabalhar é bom e faz bem. Então, posso te dar a palavra de uma filha que passou por isso que não traumatiza não, dá orgulho! Quanto ao valor que a escola vai adicionar, você poderia pensar em preencher esse horário com alguma atividade, tipo um esporte, uma língua, catequese, reforço...sei lá! Acho que se você fosse o tipo de pessoa moldada para a vida doméstica, não sentiria esse buraquinho no coração.
Ah, outra opção é trabalhar em casa, com artesanato, costura, culinária...o que vc achar que faz bem e que a deixe feliz!
Bom, é só a ideia de quem tá de fora (que é sempre mais fácil...)
Beijinhos

Keliane disse...

Oi Cytilante,
obrigada pela dica do blog, já fui lá ver..
Há, eu ainda venho aqui com mais tempo pra falar um pouquinho sobre seu desabafo tá.

Bjusss

carla disse...

Oi amore, amiga obrigada pela força que vc deu naresposta pra Alessandra que se diz ser magra é bom demais.
O que aconteceu é que eu expressei a minha opinião, e como ela esta acostumada com pessoa falsas só dizendo que elaesta bem magra, ele teve um bac pra realidade e se ofendeu, mais Cy na real não foi minha intenção,mais como vivemos num país democrático temos que estar preparados pra ouvir de tudo, então? Mais deixa pra lá, vou continuar com minha sinceridade quando for preciso, mais e vc mocinha como esta? tá tão sumida, beijos querida e um excelente findi pra vc.

Liliane disse...

Haha! Esse vídeo é a sua cara!
Estou quase de volta ao blog!
Saudadesssssssssssss!
Ótimo fds!
Bjokas

laridias disse...

eeeeeeeeeei
Vim aqui te visitar e avisar que no meu blog está rolando um sorteio de um brinco
rosê e caramelo da minha loja..Acho que você vai gostar !
E lá também posto muitos looks ;)
Te espero lá

Beijo

Paula disse...

Que você tenha vários dias bons!!
.
No meu blog vai ter um sorteio. Quero convidar você e suas amigas para participarem. Ficarei muito feliz!!
.
http://menos11quilos.blogspot.com/2011/06/1-sorteio-este-e-o-post-do-sorteio.html

VIVI- vencendo a cada dia!!! disse...

Oi amiga

Estava sumida daqui, mais voltei, agora que me instalei na minha nova casa e a internet chegou, posso me dedica mais.

Me identifiquei muito com vc neste post, pois há 3 anos, estou com as mesmas dúvidas que vc e mesmas frustações. Desde que meu segundo filho nasceu eu nao tenho mais vida e nem como crescer profissionalmente ou me dedicar a alguma coisa e isso me frusta. Agora que nos mudamos meu marido quer que eu trabalhe, mais como faço isso , aqui no ES não conheço ninguém...trabalho é super longe, e meu filho só tem 4 anos. E sem falar estudo que queria voltar e não dá...é muito complicado, então é o dia todo em casa, sozinha e com filho garradinho em mim, pq ele é muito dependente de mim e isso me frusta as vezes, mais sei que é desde quando ele nasceu ele só fica comigo, então é garradérrimo. Mais ele indo pra escola ano que vem, creio que vai ficar mais fácil. Mais esses tipos de situações nos frustam, mais vamos ter fé que tudo vai melhorar pra nós amiga.

beijos

maite disse...

Cyn linda! Não pense que quem trabalha fora está livre de encanações, eu tentei fazer tudo tão certo na minha vida...estudei,estagiei, advogo,dou aulas, contribuo na renda familiar e adiei ter filhos, agora amargo o tempo que deixei para trás. Você é super nova ainda tem muito tempo para estudar e trabalhar e tem seu pequeno e o maridão, você vai ver tudo dará certo e eu torço por você viu???
Beijos. Com amor.
Maite.